Doenças da medula espinhal

A medula espinhal, a principal via de comunicação entre o cérebro e o resto do organismo, é uma estrutura cilíndrica de nervos que se estende da base do cérebro na direcção descendente para terminar nas primeiras vértebras lombares. A medula é protegida pelas vértebras da coluna vertebral. Os trajectos ascendentes e descendentes das fibras nervosas da medula passam através das aberturas entre cada vértebra.

A medula espinhal é muito organizada; os nervos estão ordenados em feixes e não ao acaso. A parte anterior da medula espinhal contém os nervos motores, que transmitem informação aos músculos e estimulam o movimento. A parte posterior e lateral da medula espinhal contém os nervos sensitivos, que levam a informação sensorial ao cérebro acerca do tacto, da posição, da dor, do calor e do frio.

A medula espinhal pode ser lesionada de muitas maneiras, produzindo diversos padrões de sintomas; estes padrões permitem que o médico possa determinar a localização (nível) da lesão espinhal. As lesões da medula espinhal podem ser consequência de uma secção da mesma ocorrida durante um acidente, uma compressão ou uma infecção. Pode sofrer danos quando é interrompido o fluxo sanguíneo ou por doenças que alteram a função nervosa (como quistos da medula espinhal, espondilose cervical ou esclerose múltipla).