Infecções micóticas da pele

Os fungos que infectam a pele (dermatófitos) vivem só na camada mais externa da pele (estrato córneo) e não penetram mais profundamente. Algumas infecções micóticas não provocam sintomas ou só provocam uma pequena irritação, escamação e vermelhidão. Outras infecções micóticas provocam prurido, inflamação, bolhas e uma grande escamação.

Os fungos costumam fixar-se em zonas húmidas do corpo, onde roçam duas superfícies cutâneas: entre os dedos dos pés, nas virilhas e por baixo das mamas. As pessoas obesas são mais propensas a sofrer estas infecções porque possuem muitas pregas cutâneas.

Por estranho que pareça, as infecções micóticas numa parte do corpo podem provocar erupções noutras partes não infectadas. Por exemplo, uma infecção micótica no pé pode causar uma erupção volumosa e pruriginosa nos dedos. Estas erupções (dermatofítides ou erupções «ide») representam reacções alérgicas ao fungo.

Os médicos podem suspeitar da presença de fungos quando observam uma erupção vermelha e inflamada numa das áreas frequentemente afectadas. O médico pode habitualmente confirmar o diagnóstico raspando uma pequena porção de pele para a examinar ao microscópio ou colocando-a num meio de cultura que fará desenvolver o fungo de forma que seja possível identificá-lo.