Perturbações hemorrágicas

As perturbações hemorrágicas, que se caracterizam por uma tendência para sangrar com facilidade, podem ser causadas por alterações nos vasos sanguíneos ou por anomalias presentes no próprio sangue. Estas anomalias podem encontrar-se nos factores da coagulação do sangue ou nas plaquetas.

Em geral, o sangue está contido nos vasos (artérias, capilares e veias). Quando a hemorragia ocorre, o sangue sai dos vasos para dentro ou fora do corpo. O organismo evita ou controla a hemorragia de diversas maneiras.

A hemostasia é o conjunto dos mecanismos com que o corpo detém a hemorragia dos vasos lesionados. Compreende três processos principais: 1) a constrição dos vasos do sangue, 2) a actividade das plaquetas (partículas semelhantes às células, mas com uma forma irregular, que participam na coagulação) e 3) a actividade dos factores da coagulação do sangue (proteínas dissolvidas no plasma, que é a parte líquida do sangue). As anomalias nestes processos podem originar tanto uma forte hemorragia como uma coagulação excessiva, e ambas as situações podem ser perigosas.